91992091829

NO AR

Transito Livre

Com Janayna Santos

Regional Pará

Perícias descartam que pedaço de madeira tenha decapitado adolescente em Paragominas

Publicada em 13/06/24 às 08:33h - 19 visualizações

por Rádio Nativa FM 92.5 Irituia


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Rádio Nativa FM 92.5 Irituia)

As investigações da morte de Dayza da Silva Castro, de 17 anos, adolescente que foi decapitada durante um acidente de trânsito na BR-010, em Paragominas, no dia 22 de maio deste ano, mudaram a forma como o acidente vinha sendo interpretado até então. As informações iniciais eram de que o condutor da caminhonete envolvida no acidente estaria trafegando com um pedaço de madeira sobre o veículo e aponta desse objeto teria se chocado contra Daysa, que pilotava uma motocicleta, causando a decapitação. A perícia de imagens de câmera de segurança mudaram a versão.

Quem informa os detalhes é o delegado da Polícia Civil do Pará (PCPA) à frente do caso, que não teve o nome divulgado, mas conta sobre o acidente em um vídeo publicado nas redes sociais. Ele afirma que a polícia identificou duas câmeras de segurança nas imediações do acidente e, pelas imagens, a adolescente não se chocou com a ponta da madeira, mas sim com o próprio retrovisor do veículo.

"Na verdade, quando a Polícia Civil foi informada do fato, nos foi repassado que possivelmente haveria uma madeira atravessada na caminhonete que o indivíduo estava trafegando, ou seja, o indivíduo que estava pilotando a caminhonete estaria com a carga de uma madeira atrás, na carroceria, atravessada. Alguns populares disseram que foi essa madeira que decepou a cabeça da vítima. Mas, quando tivemos acesso às câmeras de segurança da região, descartamos essa hipótese e a nossa perícia concluiu que o que decepou a cabeça da Daysa foi o próprio retrovisor do carro", relata o delegado.

Ele também dá detalhes da dinâmica do acidente, uma vez que Daysa não estava sozinha na motocicleta, mas seguia com uma passageira na garupa, identificada como Valéria: "Quando a moto de trás se chocou com o veículo, a outra, a Valéria, que era garupa, foi jogada para o outro lado da pista".

Nesta quarta-feira (11), o suspeito de envolvimento no acidente, que pilotava a caminhonete e naquela noite não prestou socorro às vítimas, se apresentou na delegacia de Paragominas. O mesmo delegado informa que, durante o depoimento, o suspeito diz que teve medo de ser linchado.

 

Fonte: OLiberal




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

91 99209 -1829

Visitas: 244933
Usuários Online: 33
Copyright (c) 2024 - Rádio Nativa FM 92.5 Irituia
Converse conosco pelo Whatsapp!